Sem categoria

Aumento da Guarda terá que esperar mudança de regime, diz Prefeito

Os representantes da sociedade lagopratense que discutem formas de melhorar a segurança na cidade reuniram-se esta semana com sete dos nove vereadores e com o prefeito Paulo Teodoro.

Na Câmara

Na segunda-feira, na parte da tarde, eles estiveram na Câmara Municipal, conversando com os vereadores. Estiveram presentes o presidente da Associação Comercial, Paulo Pereira, o presidente da APAE, Edilson Santos, o diretor financeiro da Lagoacred José Rezende, o presidente da Acasf, Gustavo Borges o presidente do conselho de administração da Crediprata, Antonio Claret e  os vereadores Cida Marcelino, Elias Izaías, Joanes Bosco, Josiane Almeida, Cabo Nunes e Adriano Moreira. Logo depois chegou à casa o vereador Arlen Moura, o Lalinho.

Vereadores ouvem propostas do grupo para melhorar a segurança em LP

 

Foi apresentado aos vereadores o objetivo da reunião dos empresários e lideranças, que é de buscar soluções para a crise que vive a segurança pública em Lagoa da Prata. Ficou explicitado que o movimento é apartidário. O que se pretende é colaborar com ideias e promover a mobilização popular para sensibilizar as autoridades com prerrogativa para tomar as ações que se fazem necessárias.

Foi apresentada a lista de reivindicações que o grupo pretende levar até o prefeito, conforme deliberado na última reunião.

“Nesse momento a gente vem pra pedir o apoio de vocês. Vamos brigar juntos por essa causa, vamos colocar a voz do povo aqui na Câmara e defender essas ideias?”, disse Paulo Pereira, da Associação Comercial.

Os vereadores se comprometeram a participar das ações do grupo e ajudar a coletar assinaturas no documento que está sendo preparado com a finalidade de angariar apoio popular.

Eles discutiram também sobre o fechamento de pontos de acesso do município e a oferta de trabalho para menores de idade através do programa Jovem Aprendiz.

Vereadores apoiam iniciativa, segundo presidente da Câmara

“A sociedade num todo está preocupada com a segurança pública. Não se trata de partidos ou políticos, mas sim pessoas preocupadas com o futuro da cidade, principalmente porque Lagoa da Prata está crescendo, abrindo vários loteamentos, e vemos a necessidade de melhorar cada vez mais a segurança pública. Com toda certeza essa iniciativa terá todo apoio da Câmara de Lagoa da Prata”, disse o presidente da casa, vereador Edimar Nunes.

 

Na Prefeitura

Na terça de manhã os representantes do grupo que discute a segurança pública em Lagoa da Prata foram recebidos no gabinete do prefeito municipal, pelo prefeito Paulo Teodoro, pelo vice Ismar Roberto e pela equipe de secretários municipais. Além do grupo que esteve na câmara, participaram dessa reunião os empresários Rodrigo Álvaro, José Raimundo, Clóvis Gonçalves, Nilsa Rezende e Leandro Melo.

Eles apresentaram uma pauta de reivindicações que visa à adoção de medidas imediatas para tentar conter o avanço da violência na cidade.

Aumento da Guarda, concurso público e mudança de regime

O diretor da associação comercial José Raimundo, explicou a proposta do grupo que é auxiliar na discussão do tema e propor ações à Prefeitura, que é o órgão com poderes para atuar – por exemplo, na municipalização do trânsito e no aumento do efetivo da Guarda Municipal.

O prefeito disse, num primeiro momento, que o aumento do número de guardas está dependendo da mudança do regime jurídico da prefeitura. Segundo Paulo, os gastos com folha de pagamento serão minimizados com a mudança, permitindo assim criar as vagas na GCM. Ele falou também sobre a criação de uma secretaria de segurança pública no município:

“Não adianta montar a secretaria sem estrutura. A primeira coisa que nós precisamos é de material humano”, disse. “O concurso público já está sendo elaborado e o edital deve ser publicado em Julho”, adiantou.

Prefeito descarta fusão de secretarias

Paulo Teodoro classificou a proposta de criação da secretaria de segurança a partir da fusão das secretarias de esporte e cultura como “terrível”. “Isso é um atestado de incompetência. As secretarias de esporte e de cultura nós devemos é fortalecê-las, pois estamos falando de prevenção. Se a secretaria de cultura não está atendendo como deveria atender, nós devemos investir mais em mais projetos culturais para que entrem nas escolas e onde quer que seja”, disse. “Da mesma forma o esporte, temos que fazer com que as crianças fiquem mais ocupadas (…) isso é prevenção e prevenção é remédio”.

Sobre a contratação de guardas municipais, o prefeito falou que aguarda o concurso público.

“Salvo alguns casos que vamos contratar de imediato, como médicos de PSF e salva-vidas, o restante vai ser todo cadastro de reserva (…) se houver um fôlego no limite da folha nós podemos chamar de cara cinquenta guardas”, anunciou o prefeito.

“O concurso público já está sendo elaborado e o edital deve ser publicado em Julho”, diz prefeito

 

O diretor da ACE José Raimundo perguntou sobre uma previsão de data e o prefeito respondeu que isso vai depender da mudança do regime.

“Nós não vamos conseguir dar um passo nessa direção se a gente não mudar o regime jurídico aqui da prefeitura, se a gente não sair do celetista e passar pro estatutário”, afirmou com veemência. Citou os casos de servidores que já estão aposentados e continuam trabalhando na prefeitura, o que, segundo ele, dificulta abrir novas vagas de trabalho.

Prefeito pede ajuda para “sensibilizar” vereadores

Nesse ponto, o chefe do executivo pediu a ajuda dos membros do grupo para tentar convencer os vereadores na votação do projeto.

“O que eu vou pedir pra vocês aqui é a interferência de vocês como formadores de opinião junto aos vereadores”, afirmou Paulo Teodoro. Ele pediu que os membros do comitê convoquem uma reunião com os vereadores para tentar sensibiliza-los. Disse que o projeto será encaminhado já na semana que vem.

“Isso é um atestado de incompetência”, diz Paulo Teodoro sobre a fusão de secretarias de Esporte e Cultura para criação da Secretaria de Segurança.

 

Uso de tecnologia

Sobre a ampliação do sistema de monitoramento, popularmente chamado de Olho Vivo, o prefeito disse que isso pode ser feito com a ajuda da classe empresarial. Foi sugerido pelo comitê a implantação de um sistema que permita o reconhecimento facial e de placas de veículos pelas câmeras de monitoramento, além do aumento para quarenta pontos na cidade. Atualmente existem quinze câmeras em funcionamento.

“Vocês poderiam estar ajudando na ampliação das câmeras. Nós temos quinze hoje, de repente a Associação Comercial instala mais quinze, é um custo que não é tão alto assim e vocês conseguem colocar de mais quinze a vinte e acoplar ao sistema do município”, disse.

Prefeito recebe lista de reivindicações

Os representantes do comitê explicaram sobre a coleta de assinaturas em um abaixo assinado, para que a população apoie a iniciativa em prol da segurança e apresentaram a lista de reivindicações que o grupo tem discutido em suas reuniões recentes. Prefeito e vice assinaram o documento e reiteraram que havendo fôlego orçamentário, ou seja, disponibilidade de dinheiro e folga no índice de comprometimento com a folha de pagamento, haverá aumento do efetivo da Guarda.

******************************************************************************************************

O que querem as lideranças:

  • Organização e estruturação, armamento e aumento do efetivo par a pelo menos 50 agentes da Guarda Civil Municipal com implantação da lei 13.022

  • Instalação de guaritas nas principais entradas da cidade com câmeras de reconhecimento facial e de placas de veículos

  • Criação do aplicativo Cidade Segura, para permitir ao cidadão denunciar pessoas em atitudes suspeitas através de smartphones

  • Criação de uma secretaria municipal de segurança pública com foco em:

               – Municipalização do trânsito

               – Criação de um plano de segurança pública

               – Criação do Fundo Municipal de Segurança Pública

Post Anterior

Vereador defende criação de Secretaria para cuidar da segurança em LP

Próximo Post

Vereadores denunciam situação de abandono em praça na Avenida do Contorno

Junior Nogueira

Junior Nogueira