Papo do Pescadô

EDIÇÃO 1095 – PAPO DE PESCADÔ

OLÁ GENTE BOA  

Estimados leitores da coluna papo de Pescadô. É um prazer enorme estar aqui mais uma vez com vocês. Como sempre faço, gostaria de pedir licença a todos para entra ai em sua casa através desta página do Jornal O Papal. São 17 anos de confiança. Sempre levando aos amigos leitores um bom causo de pescador, dicas de pesca, receitas e muito mais. Para começar bem vamos de causo de pescador :

 

COMO É BOM PESCAR E TER AMIGOS

Temos amigos que, além de companheiros do dia-a-dia, nos presenteiam com a sua companhia em um passeio, descanso merecido, numa pescaria no Paraguai, este ano, que foi bom demais da conta.  Acabamos de voltar de uma dessas aventuras, onde tivemos como destino a cidade de Cáceres, no MT. Chegamos no final do mês passado, depois de rodarmos 1.450 km de estradas, com trechos que mais pareciam uma prova de rali. Ainda bem que estávamos no Tranquilão. No pesqueiro onde fomos, Fazenda Barranco Vermelho, ficamos cerca de 12 dias. Milongas à parte, vamos logo para as mentiras de praxe!  Saímos de Lagoa da Prata dia 16 de agosto e começamos a pescar dia 19, sábado. Já na noite do domingo, segundo dia nosso de pescaria, chegou na fazenda três italianos, gaúchos, donos de um mercado em Cáceres, que são os fornecedores da Fazenda, e também íntimos do lugar, dos piloteiros, se dizendo exímios conhecedores do rio e de seus segredos. Com esse papo todo dos caras, não deixei por menos; desafiei-os a comprar ingressos para assistir o meu show de pescaria no dia seguinte, pois eles iriam pernoitar naquela noite na fazenda e aproveitar para pescar pela manhã. Foi aquele sarro, lógico que em cima de mim!!! Fiquei na minha e o amigo Claudinho, companheiro de barco, depois, no quarto, naquela prosa antes de dormir, disse que eu forcei a barra, desafiando os caras que eu nem conhecia, mas que também viu que se tratava de uma brincadeira de turma de pescadores… de sarro!!!  De manhã, quando acordamos, às 5h30 da madruga, percebi que os caras já tinham se mandado para o rio, levando a sério o desafio. Fiquei na minha, claro que não poderia levar a sério uma brincadeira dessas, justamente com um pessoal nativo, que conhece muito do rio.  Tomamos o café com toda a calma do mundo, pegamos nossa tráia e fomos à luta. Paramos num ponto, fisgamos alguns peixes, mudamos de ponto, fisgamos mais alguns, até que o piloteiro Maurício deu uma dica: “Vamos pescar cachorras? Conheço um ponto no rio que é batata! É só bitélas!!!”
Nem bem o piloteiro acabou de dar a dica e nós já estávamos com as linhas recolhidas e a caminho do tal ponto. Quem encontramos lá? Os Ítalo-Gaúchos poitados bem ao lado do ponto onde o piloteiro poitou nosso barco. Não deu outra!!! De cara, perguntei aos amigos se estavam prontos para assistir ao show de pesca que eu iria começar… Foi uma vaia só!!!
Armamos nossas varas, eu com duas, o Claudinho com mais duas, o Marquinho com duas e o piloteiro com uma.  É agora que a mentira começa!!! Mal lancei as varas, me virei para abrir uma latinha, e a vara da esquerda enfiou a ponta dentro do rio, com uma fisgada daquelas que vale o ingresso!!! Apavorado e assustado, pois afinal nem eu esperava tal brutalidade do peixe, fisguei o bichão e dei inicio à briga, lógico que devidamente acompanhada com aquele sarro dirigido aos vizinhos, lembrando os amigos que o ingresso que eles tinham comprado já estava valendo pelo espetáculo… Mais ou menos uns dez minutos de briga, o bichão já mostrando a cara e não é que a outra vara também entrou na água, com mais força ainda!!!  Hahahaha… Passei a vara com o primeiro Jaú para o piloteiro tirar e fisguei o outro, dando início a um novo espetáculo, já que os caras tinham comprado o ingresso para o show!!! Amigos, a foto ao lado mostra os dois primeiros Jaus, com o amigo Claudinho ao fundo, que é testemunha ocular desta mentira. Os ítalos-gaúchos a esta altura já estavam bastante irritados, pois imaginem o sarro que eu estava tirando dos caras!!?? E não acaba por aí!!! No momento em que estava tirando esta foto, pela minha cara, dá para perceber que já tinha outra vara com a ponta dentro do rio, onde fisguei e tirei outro Jauzão maior que estes que estão na foto. Êta mentira cabeluda. Se alguém duvidar, é só ligar pro Claudinho do recanto do Peixe…

 

OPERAÇÃO LIMPA SANTO

Já é tradição a operação limpa santo. Trata-se da limpeza da Imagem e da Praça de São Francisco de Assis, na zona rural da cidade de Lagoa da Prata, próximo a Ponte Olegário Maciel, a Ponte histórica de Ferro. Será nesta sábado, dia 30 de setembro. Os trabalhos começam cedo e devem seguir até o horário do almoço. Tudo tem que ficar limpinho para a Celebração da Santa Missa, dia 08 de outubro, quando comemoramos o dia de São Francisco de Assis, Santo dos pobres e humildes, protetor dos animais e da natureza.

 

CAMINHADA DA PAZ.

Está chegando a quarta caminhada da paz. Será no dia 08 de outubro, domingo às 5:00 horas da manhã, saindo da Igreja São Francisco em direção a Imagem de São Francisco de Assis. Participe você também….Santa Missa, confraternização e muita oração. Peçamos a Deus, por interseção de São Francisco de Assis, a paz tão desejada. Participem.

TROFEU DO PESCADOR

Um novo quadro aqui em sua coluna de pesca irá substituir o Fotos do Leitor. O quadro terá o nome agora de TROFEU DO PESCADOR. Portanto, amigo leitor, participe você também do trofeu do pescador. Você nos envia a foto e ganha um trofeu, ou seja, sua foto é ampliada e você ganha de presente esta lembrança. Não é sorteio. Basta nos enviar a foto. É um presente do seu amigo Hemerson Kenedy. Envie a foto via Whatsapp, e-mail ou pessoalmente. Faça como nossa amiga Cleide, que ainda conseguiu pegar peixe aqui no Rio São Francisco. Um belo de um mandi amarelo. Obrigado Cleide. Você foi a primeira ganhadora do trofeu do pescador.

 

PESCAR JÁ É BOM E VOCÊ AINDA QUER QUE EU PEGUE PEIXE !!!!!!!!!!

Bom final de semana. Até a próxima, se Deus quiser é claro. Abraço fraterno.

 

 

Post Anterior

A moça da Janela

Próximo Post

Com apenas 8 anos de idade, lagopratense é campeão brasileiro de Jiu Jitsu

Hemerson Kennedy

Hemerson Kennedy