Papo do Pescadô

EDIÇÃO 1099 – PAPO DE PESCADÔ

NOSSAS VERDADES

Olá gente boa que sempre nos acompanha aqui nesta página do Jornal O Papel desde 2001….é um prazer estar aqui e peço licença para entrar em sua casa. Prometo somente boas notícias. Pode ler sem medo de ser feliz. Tem causo, tem lorota, tem receita, tem dicas para proteger o meio ambiente e tem fotos, o TROFEU DO LEITOR. Boa leitura a todos e a cada um. Chegando o dia de Natal me lembrei de um causo acontecido no Natal de 2013, quando resolvi passear lá na represa de Furnas para pescar uns lambaris e comer frito com arroz e farofa. Antes de chegar à represa, passei por Paíns, onde fui a uma padaria para comprar pães e bebidas. Naquela oportunidade, resolvi, ali mesmo, beber uma cerveja ao lado de umas pessoas que conversavam sobre pescaria. Entrei naquele bate-papo gostoso junto com o Amir Otoni, Padre Ivanildo e o Paulo e conversamos muito sobre pesca e as verdades de pescadores. O Amir Otoni começou a falar da sua última pescaria no rio Negro, na região entre Roraima e Manaus, no Estado do Amazonas, onde esteve hospedado no luxuoso Hotel Tropical. A dona Nininha, esposa do Amir, veio até a mesa comunicando que o almoço já estava pronto. O Amir se levantou e junto com o Padre Ivanildo e o Paulo me convidou para almoçar com eles, convite recusado por mim, tendo em vista que o meu destino era a represa de Furnas. O Amir insistiu no convite e, com a minha recusa, me pediu que o acompanhasse para só tomar um vinho de confraternização pelo grande dia de Natal e que aceitei prontamente. Enquanto tomávamos o vinho, a dona Nininha começou a colocar sobre a mesa umas assadeiras contendo: leitoa, peru, carneiro, cabrito, frango, macarronada, queijo ralado, arroz, maionese, legumes cozidos e salada a alface com tomate. Ao ver toda aquela comida sobre a mesa, comecei a ficar com água na boca e já anunciei que eu iria fazer a vontade dos amigos e de dona Nininha aceitando o convite para almoçar junto com eles todos. Durante o almoço, continuamos com o nosso bate-papo sobre pesca. O Amir nos contou que lá no rio Negro ele havia fisgado uma pirarara de 277 quilos, não conseguindo retirá-la da água, precisando da ajuda do seu companheiro de pesca naquele local. Disse o Amir que ele o companheiro passaram a noite toda acordados porque aquele peixe siluriforme de grandes proporções provocou torção na coluna de ambos, proporcionando horríveis dores lombares. O Padre Ivanildo comentou que ele também, numa ocasião, permaneceu 24 horas sem poder dormir por causa de uma pulga morta, que estava em sua cama. O Amir estranhou o fato de uma pulga morta causar tamanho transtorno ao ponto do Padre Ivanildo permaneceu 24 horas sem poder dormir. Na oportunidade, ele esclareceu que não foi a pulga morta a causadora, mas as 277 amigas e parentes dela que vieram para o velório e enterro. Após todos esses fatos ocorridos na casa do Amir, não fui mais para a represa de Furnas dado o avançado da hora e retornei para Lagoa meditando na viagem de volta sobre os fatos acontecidos e confirmando uma assertiva de que: “As aves iguais voam sempre juntas”!

NOVO SELO DO PAPO EM COMEMORAÇÃO A MAIS UM ANO NO JORNAL O PAPEL – DESDE 2001

Estamos hoje com um novo selo de identificação da coluna papo de Pescadô. Chegamos a marca de 706 números, ininterruptos…..um verdadeiro recorde no que diz respeito a uma coluna publicada semanalmente em um Jornal local – Hoje quinzenal – . O novo selo, comemorativo, traz mais fotos deste colunista, nossa tradicional frase NASCIDO PARA PESCAR.FORÇADO A TRABALHAR, a indicação do número e ano da edição. Espero que tenham gostado. Novo selo Papo de Pescadô.

 

FESTA DE SANTA LUZIA

Além de pescadores de peixes…….somos pescadores de homens….e hoje aproveito este espaço que é muito apreciado pelos leitores da cidade de Lagoa da Prata, região e pelo mundo afora, para convidar aos amigos para participarem da tradicional Festa em Homenagem à Santa Luzia. A festa da Padroeira deste ano promete reunir milhares de devotos no Salão Comunitário Santa Luzia, em Lagoa da Prata.  A festa será entre os dias 03 e 13 de dezembro. A festa é dedicada a ela, SANTA LUZIA e  começará no dia 03 de Dezembro com a Missa de Abertura do Novenário. Além da tradicional novena, durante os nove dias de festa, teremos ainda a programação social. Nos finais de semana e no dia de Santa Luzia teremos atrações culturais no Salão, como shows, brinquedo para as crianças e praça de alimentação. Dentro da programação da festa haverá ainda o sorteio de uma MOTO CG FAN 125 2017 0 KM. PARTICIPEM.

 

COMO GRELHAR FILÉ DE PEIXES

 Peixe branco (qualquer filé) é mais delicado e perecível do que carne vermelha ou frango, então eu deixo temperado na geladeira no máximo de um dia para o outro. Não gosto de usar tempero forte, uso apenas limão, sal, pimenta do reino e um fiozinho de azeite. Para grelhar os filés tudo vai depender do quão bom é o antiaderente da sua panela. Se for dos bons só um tiquinho de azeite espalhado com papel toalha basta. Se o antiaderente não for tão “fera” um pouco mais de azeite ou óleo será necessário. Agora o truque: antes de grelhar o peixe, é necessário secá-lo com um papel toalha. Isso porque como ele estava temperado provavelmente soltou muito líquido e se você coloca-lo diretamente na frigideira, além de espirrar e emporcalhar seu fogão ele gruda com mais facilidade.
Aqueça a frigideira por alguns segundos, mas como o peixe é bem delicado não precisa estar saindo fumaça para você adiciona-lo. Coloque os filés e abaixe o fogo (deixe entre médio e mínimo). A proteína do peixe demora mais para formar aquela “casquinha” na base que está em contato com a frigideira então nada de ficar mexendo e virando o peixe. Espere desgrudar para virar. Use espátulas mais largas para essa tarefa. Se você for grelhar mais de uma “leva” de peixes na mesma frigideira, novamente se o antiaderente for bacana, é só limpar aquela “borra” que se forma com o papel toalha antes de colocar mais filés. Como parte do tempero foi retirado quando o peixe foi seco com papel toalha, você pode acrescentar mais um pouco de sal depois de grelhado Peixe e saladinha é uma combinação TOP. BOM APETITE LEITORES AMIGOS !!!!!

 

PEIXADA BENEFICENTE

A coluna Papo de pescado, com o propósito de sempre ajudar, já está se mobilizando para mais uma ação beneficente. Desta feita será a PEIXADA BENEFICENTE. Peixes assados, molhos e fritos à vontade para os amigos. Na ocasião não serviremos marmitex. Aguardem a divulgação do local e data do evento. Podemos garantir que será muito bom a PEIXADA BENEFICENTE PAPO DE PESCADÔ .

 

 

TROFEU DO LEITOR

A foto rodou as redes sociais durante a semana. Um belo Trofeu : Nosso Velho Chico subindo….subindo….subindo. Com a graça de Deus, as chuvas estão chegando e proporcionando essa maravilha para todos nós. Que ela continue por um bom tempo, trazendo água em abundância para o nosso tão sofrido Rio São Francisco. A foto realmente é um belo trofeu que ainda nos mostra a lendária Ponte Olegário Maciel, a ponte de Ferro.

 

Desejo a todos que a festa natalina nos aproxime de Jesus misericordioso e do próximo. Somos enviados para anunciarmos como os anjos em Belém:

“Nasceu-vos o Salvador que é Cristo Senhor!”.

No ano de 2018 que se aproxima, o menino Jesus nos dê muitas graças e bênçãos, saúde e prosperidade, para crescermos no amor e na santidade.

ATÉ A PRÓXIMA, SE DEUS QUISER ! ABRAÇO FRATERNO.

Post Anterior

A Morte da Índia da Lagoa da Vala

Próximo Post

Dois menores e um maior sequestram rapaz de Luz em Lagoa da Prata e extorquem família

Hemerson Kennedy

Hemerson Kennedy