Caderno 01Editorial

Editorial: Situação de emergência!

A realidade da segurança pública na cidade está beirando o absurdo. A cada dia um lagopratense vira estatística nas planilhas policiais. Registramos nesta semana a marca alarmante de oito assaltos em sete dias e mais um furto a residência. Ninguém está fora de risco. Qualquer pessoa pode ser surpreendida ao entrar no carro, ao deixar a namorada em casa ou ao abrir o portão da garagem. A bandidagem está solta e à vontade. Mesmo com o esforço sobre-humano das forças policiais, que tem perdido noites de sono com tantas ocorrências, nossa população está desprotegida. E o motivo é matemático. Não temos efetivo policial para fazer frente à escalada da criminalidade.

Debater esse assunto sem tomar atitude é chover no molhado. Precisamos todos,portanto, e enquanto sociedade organizada, buscar ajuda. Temos conversado com diversas lideranças, entre elas o próprio prefeito, vereadores, associação comercial, OAB, líderes religiosos, instituições de segurança, comando da PM, veículos de imprensa, e todos concordam que é hora de demonstrar com uma grande mobilização a necessidade de reforçar a segurança pública.

Entre as medidas efetivas para que isso aconteça, está a visita de uma comitiva à cidade administrativa, para tentar junto ao governo estadual o reforço do número de policiais na cidade. Outra é a instalação das câmeras de vigilância, tanto pela Prefeitura quanto pelo Consep (Conselho comunitário de segurança pública) e a terceira a estruturação da Guarda Civil Municipal, com mais agentes e mais equipamentos.

Nesta semana, estaremos recolhendo assinaturas dos segmentos representativos – empresários, entidades, clubes de serviço e também disponibilizaremos um documento para que a população endosse pedindo mais segurança. Eles serão levados a essa reunião que o prefeito está agendando junto ao governador ou o secretário da pasta. Mobilizaremos as escolas, levaremos gente às ruas, desencadearemos um movimento nas redes sociais para mostrar que não estamos satisfeitos com o clima de insegurança e queremos ação imediata e efetiva.

Pedimos aos que concordam com essa iniciativa que reproduzam essa ideia para o maior número de pessoas possível, como forma de estampar a vontade do povo lagopratense de voltar a viver em uma cidade tranquila e segura.

#chega-de-violência!

Post Anterior

Ladrões roubam mais duas residências no Cidade Jardim nessa quinta

Próximo Post

Prefeitos inauguram nova Escola no Gomes

Junior Nogueira

Junior Nogueira