Caderno 01NotíciasSem categoriaUtilidade pública

Entidades recebem 1.250 quilos de alimentos de campanha feita por Demolays

Cerca de dez jovens estiveram no último fim de semana realizando a entrega de alimentos não perecíveis em duas instituições beneficentes de Lagoa da Prata.

De acordo com Alexandre Coutinho, mestre conselheiro da Ordem Demoley de Lagoa da Prata, o repasse das doações obtidas pelo grupo é apenas uma das campanhas que a instituição pretende realizar na cidade.

A gente está trabalhando na primeira gestão do Capítulo, depois que ele foi reaberto, após oito anos sem funcionamento, e começamos com essa campanha para arrecadar alimentos para as instituições aqui de Lagoa da Prata”, explica.

A campanha foi desenvolvida nos dia 11 e 25 de março, quando os membros da entidade coletaram as doações de alimentos não perecíveis junto a clientes dos supermercados da cidade. Neste sábado, dia primeiro de abril, eles realizaram a entrega dos cerca de 1,25 toneladas de mantimentos para a Apae de Lagoa da Prata e para a Vila Vicentina.

APAE

Entrega das doações na Apae

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE, tem como principal missão prestar serviços de assistência social no que se diz respeito à melhoria da qualidade de vida das pessoas portadoras de deficiência e na conscientização da sociedade. É também uma entidade filantrópica que sobrevive do repasse de recursos públicos, promoções e doações. Na nossa cidade, pelo menos noventa usuários frequentam a Apae regularmente, mas cerca de trezentas pessoas são atendidas por mês no centro de atendimento, em terapia ocupacional, fisioterapia e psicologia, entre outros serviços.

O presidente da Apae de Lagoa da Prata, Edilson Santos, ficou muito satisfeito com o trabalho dos jovens que levaram as doações até a entidade, no último sábado.

Eu queria agradecer o pessoal da Ordem Demolay pelas doações, que vem numa hora muito boa, porque os convênios, a verba que a gente tem, sempre vem com atraso e então esses mantimentos vem para ajudar na merenda dos nossos usuários e na manutenção da nossa entidade no nosso dia a dia. Muito obrigado a vocês”, disse o presidente.

Por causa da mudança no sistema de subvenções, que passou a ser regulado pelo sistema de chamamento público, a Apae está desde dezembro sem receber subvenção da Prefeitura.

 

Vicentinos

Cozinha dos vicentinos abastecida com as doações

Outra entidade beneficiada com as doações foi a Vila Vicentina, mantida pela Sociedade São Vicente de Paulo. A instituição presta assistência a pessoas carentes, abrigando dezenas de idosos que recebem atenção médica e psicológica e diversos cuidados. O presidente da instituição, Lindomar Santos, recebeu as doações dos membros da Ordem Demolay e vislumbrou no movimento, um grande potencial para os jovens que desde cedo já se preocupam com o trabalho social no município.

Pra nós da Vila Vicentina é muito importante essa doação, nos ajuda muito mesmo. O lado material é de grande importância, mas eu vejo esse trabalho da Ordem Demolay  como algo muito mais importante que simplesmente trazer algo para a Vila Vicentina. É a formação desses jovens e desses adolescentes nesse trabalho que vai ajuda-los pra vida toda. Que possa ser continuado porque está ajudando na formação desses adolescentes. Agradecemos a eles, à comunidade que doou e ajudou e esse trabalho sempre ajuda muito. Mas que eles possam continuar sempre com o intuito de fortalecer esse objetivo de ajudar as pessoas. Que Deus possa abençoar cada um deles que participou desse trabalho”, finalizou.

 

Os Demolay

Alexandre Coutinho, Mestre Conselheiro da Ordem Demolay

A Ordem Demolay é uma ordem juvenil para jovens entre 12 e 21 anos, que são admitidos a partir de indicação dos próprios membros. É patrocinada pela Maçonaria, que cede o local e ajuda na realização de algumas campanhas. Ela existe desde 1919, quando foi fundada nos Estados Unidos e segue princípios filosóficos, fraternais e filantrópicos.

 

Novidades nas entidades

Apae oferecerá Equoterapia em Lagoa da Prata

Edilson Santos, presidente da Apae

A Apae começará em breve o atendimento de pessoas com deficiência em um novo serviço, a equoterapia. O método terapêutico utiliza o cavalo dentro e uma abordagem multidisciplinar para promover o desenvolvimento biopsicossocial de usuários com necessidades especiais. Segundo o presidente da Apae, o convênio para funcionamento do serviço já está em fase final de negociação.

Alem de englobar os nossos usuários nós vamos atender também os alunos da Escola Helena Aparecida e toda a comunidade de Lagoa da Prata. É um trabalho inovador em Lagoa da Prata e que vem acrescentar bastante na recuperação e no tratamento das pessoas com deficiência. Ele vai funcionar no Haras e está em fase final de negociação o convênio, vamos ter diversos profissionais, terapeuta ocupacional, psiquiatra, fisioterapeuta, todo o trabalho voltado para essa terapia com animais”, explica Edilson.

Bazar Vicentino

Lindomar Santos, presidente da SSVP

Começa a funcionar nesta segunda-feira, dia 03, o bazar dos vicentinos, na Avenida Brasil, esquina com rua Maranhão.

É um sonho nosso. É difícil as pessoas poderem ajudar com maior intensidade, então a gente tem que buscar meios de manter a entidade. Muitas das vezes as pessoas não podem doar dinheiro, mas podem doar uma mercadoria, uma utilidade. Isso vai nos ajudar a arrecadar recursos para manter a Vila Vicentina”, explica o presidente da SSVP, Lindomar Santos.

Está começando nesta segunda-feira. As pessoas vão encontrar mercadorias, que podem ser usadas mas de boa conservação, e muitas delas são inclusive novas, de pessoas que às vezes ganham algum produto e não fizeram uso e nos doaram. Quem puder nos ajudar com a doação de alguma coisa que estiver sem uso ou vindo visitar o bazar e fazer alguma compra, estará contribuindo com mais um caminho para obtermos renda e ajudar as pessoas que nós assistimos aqui”, finaliza.

O bazar funcionará em horário comercial de segunda-feira até sábado.

Post Anterior

PM recupera moto roubada e prende receptadores

Próximo Post

Biosev explica sobre contratações na safra de 2017

Junior Nogueira

Junior Nogueira