NotíciasNotícias Policias

Lesão corporal – autor diz que matou marido e ameaça esposa e filha no Américo Silva, mas arma falha na hora do tiro

Por volta de duas horas da manhã desta segunda-feira, dia 29/08, policiais militares compareceram à Rua Joaquim Pedro, no bairro Américo Silva, onde a solicitante S.M.C.S., 40 anos, relatou que o indivíduo G.R.O., 18 anos, compareceu até a porta de sua residência e chamou por R.A.P., 41 anos, seu marido. Quando R.A.P. foi ver o que estava ocorrendo, G.R.O. disse que G., filho da solicitante, estava passando mal. Então R.A.P. entrou no veículo de G.R.O. e ambos saíram. Após aproximadamente duas horas, G.R.O. retornou à residência da solicitante e disse que havia matado seu marido e que retornou ao local para matar ela e sua filha. Neste momento, o suspeito sacou uma arma de fogo e atirou contra a vítima, porém a munição falhou. Logo, o indivíduo agrediu a vítima com uma coronhada na cabeça, causando um ferimento na testa e, em seguia, evadiu tomando rumo ignorado. No local foram localizados dois pinos de cocaína que foram apreendidos. A vítima foi conduzida ao Pronto Socorro, onde foi atendida e medicada. A guarnição fez contato com a mãe do suspeito, P.A.R.O., que ligou para o filho, porém ele não disse onde estava. Durante a ligação foi ouvida a voz de G., filho da solicitante. Após algum tempo, R.A.P. retornou à residência e relatou que G. e G.R.O. levaram-no para uma mata onde foi ameaçado devido G. estar insatisfeito com o relacionamento de R.A.P. com sua mãe.

Fonte: Polícia Militar

Post Anterior

Ladrões realizam assalto a mão armada na Zefina hoje pela manhã

Próximo Post

Assalto a mão armada no Marília – Ladrões agridem vítima, roubam joias e camionete

Junior Nogueira

Junior Nogueira