Caderno 01CulturalNotícias

Menor jornal do mundo, “Vossa Senhoria” será relançado neste sábado em Divinópolis

Por Alex Bessas

Com apenas 3,5cm por 2,5cm e 81 anos de história, o jornal Vossa Senhoria, que já foi o menor do mundo, reconhecido pelo Guinness Book, volta a circular agora em agosto, de forma mensal, em Divinópolis. A presidência do microjornal em sua nova versão é do engenheiro e consultor ambiental Milton Nogueira, e edição da jornalista e escritora Leida Reis. O relançamento acontece às 10h do sábado, 20 de agosto, dentro da programação da Festa Literária de Divinópolis (FLID).

História

O Vossa Senhoria foi fundado em 18 de agosto de 1935, na cidade de Goiás (GO) pelo gráfico e jornalista mineiro Leônidas Schwindt, e circulou até 1956 sob a direção do chamado “plantador” de jornais. O tamanho original era 9 cm por 6 cm, passando depois para 10 cm por 7cm, sempre com conteúdo político crítico, o que chegou a lhe render censura do governo federal em 1955, quando o país esteve sob “estado de sítio”. Com a assinatura do seu fundador, o jornal, então um semanário, foi editado posteriormente nas cidades mineiras de Abaeté, Belo Horizonte e Pitangui.

Após o hiato de publicação de três décadas, o microjornal voltou a circular em 1985, em Divinópolis, editado pela filha de Leônidas (falecido em 1972), Dolores Schwindt. Tendo descoberto que havia, no mundo, jornais menores que o “Vossa Senhoria”, a jornalista reduziu sucessivamente seu tamanho até o formato de 3,5 X 2,5, o que lhe rendeu lugar no Guinness Book como o menor jornal do mundo em 23 de março de 2000.

Muito antes do Twitter

“Esse jornal antecedeu o Twitter, com a síntese da mensagem, e o desafio é imenso por serem mensais as edições. Ele representa uma ode ao jornalismo impresso”, define Leida. A editora lembra também o perfil pioneiro do Vossa Senhoria: muito antes do Twitter, a publicação octogenária já sabia se comunicar através de poucos caracteres, são apenas 200, contando os espaços, por página.

Milton Nogueira, que assina a nova versão do jornal como “intrometido entre pássaros” (citação de Pablo Neruda), explica os motivos do relançamento do periódico.

“O ‘Vossa Senhoria’ é um patrimônio jornalístico do Brasil e precisa ir avante. Resolvi relançar o jornal para manter a empolgadíssima odisseia de Leônidas Schwindt, um jornalista combativo no interior do Brasil. Minha amizade de juventude com a filha Dolores me levou a colaborar com a edição pequena, já nos anos 80 e 90. Em 2010, a outra filha, Dulce, me pediu que mantivesse a publicação. Estou confiante que Leida Reis, uma notável jornalista e escritora mineira, será também uma ótima editora”.

Um exemplo de mensagem política do Vossa Senhoria está numa das páginas da edição de 2 de agosto de 1947: “As alianças dos partidos políticos em questões municipais nem sempre trazem resultados desejados. Na teoria, nas convenções, nos planos delineados, tudo parece fácil e bonito, mas na prática todas as falhas se apresentam. Os partidos políticos fazem como o gato que ensinou à onça todos os pulos, menos o pular para trás”.

No pequeno jornal cabe o mundo

Com dimensões apenas um pouco maiores que um selo, o jornal tem correspondentes no Brasil e no exterior. A videomaker Andréa Vizeu, por exemplo, escreve de Nova York. Na primeira publicação, ela diz sobre o movimento de brasileiros contrários ao impeachment de Dilma Rousseff.

Economia também é pauta do Vossa Senhoria. De São Paulo, a jornalista Luciana Otoni analisa a perspectiva do setor brasileiro para o próximo ano. Além disso, das suas 26 páginas, seis são dedicadas ao retorno do jornal.

Outra curiosidade são as duas páginas em inglês, feitas para atender as assinaturas internacionais: dos 5 mil exemplares distribuídos quando foi encerrado, 2% eram enviados para o exterior.

O jornal será vendido por R$ 5, a assinatura anual, que incluí 12 exemplares, custa R$ 60. O Vossa Senhoria será enviado pelo correio, embrulhado em um saquinho plástico transparente. Inicialmente, o foco é entregar a nova edição aos antigos assinantes.

Feira também lançará livro de dois lagopratenses

 Os amigos Bel, Helder e Gabriel. (Foto: reprodução Jornal Cidade)


Os amigos Bel, Helder e Gabriel. (Foto: reprodução Jornal Cidade)

Helder Clério, Daniel Ribeiro de Melo (os dois de Lagoa da Prata) e Gabriel Nogueira (Formiga) participarão da FLID (Feira Literária de Divinópolis), que acontece no próximo sábado, dia 20 de Agosto, com o lançamento de um livro de poesias. “Nós escrevemos um livro de Poesia há um tempo atrás. No decorrer de cerca de um ano e meio mais ou menos, estamos tentando conseguir patrocínio e apoio para o lançamento… Está tudo pronto, diagramado, formatado, só falta a impressão…”, comenta Daniel, psicólogo, escritor e músico.

O livro acabou sendo inscrito na feira e contemplado para publicação.

“O Helder inscreveu o Livro na Feira Literária de Divinópolis, e nós fomos contemplados, e participaremos na modalidade escritores independentes”, complementa Bel.

O trabalho, intitulado “Delírios periféricos de um Oeste” terá uma tiragem inicial de trezentos exemplares e será lançado posteriormente em Lagoa da Prata e cidades vizinhas. A ideia surgiu a partir dos saraus de poesias que eram realizados na região por movimentos coletivos, a exemplo do que aconteceu em Lagoa da Prata em 2013 no casarão.

Capa do livro (Foto: reprodução Jornal Cidade)

Capa do livro (Foto: reprodução Jornal Cidade)

Post Anterior

Notícias de última hora: assaltantes violentos agem em LP e Japaraíba

Próximo Post

Lagopratenses homenageiam jogador

Junior Nogueira

Junior Nogueira