NotíciasNotícias PoliciasPolítica

Promotor entra com representação criminal contra internautas que divulgaram nota de “fake”

O promotor de justiça de Lagoa da Prata, Luis Augusto de Rezende Pena, acionará na justiça os responsáveis pelos perfis da rede social Facebook que, segundo ele, reproduziram uma publicação em que constava seu nome, relacionado a uma denúncia publicada por um perfil falso, o chamado “fake”.

[continua depois do anúncio]

Em ofício encaminhado ao outro promotor, Eduardo Almeida, nesta quarta, 26, pedindo providências, o representante do MP cita a publicação veiculada no dia 22 de Julho último, no perfil denominado “Carlos Francisco”, que acabou tendo uma grande repercussão nas redes sociais. O material teria sido repostado em diversos perfis, acarretando dessa forma, nas palavras do próprio Luis Augusto, “ato doloso, isto é, como manifestação de vontade nitidamente direcionada a causar dano à honra objetiva ou subjetiva de outrem”.

Uma lista com dezesseis nomes foi relacionada no pedido, mas o número pode aumentar, caso sejam identificados outros perfis com a mesma prática, adverte o promotor.

Veja a seguir a íntegra da Representação Criminal.

Post Anterior

Loja assaltada no centro de LP agora à noite

Próximo Post

APAE de Moema reforma escola com ajuda da comunidade

Junior Nogueira

Junior Nogueira