NotíciasPolíticaUtilidade pública

Promotor investiga supostas irregularidades na saúde em LP

Operação “caça-ratos” apreendeu documentos na Policlínica nesta quarta

O Ministério Público de Lagoa da Prata expediu um mandado de busca e apreensão de documentos na Policlínica 1, na manhã desta quarta-feira, dia 10 de maio. De acordo com o promotor de justiça, Luis Augusto Rezende Pena, “a ação de busca e apreensão é apenas uma fase da Operação “Mures Venare” (CAÇA-RATOS), deflagrada a partir de inquérito civil em curso na Promotoria de Justiça, investigando um sem-número de irregularidades graves e lesivas aos cofres”, disse o promotor à reportagem, que explicou o nome da operação. “A referência aos “roedores”, por óbvio, é figurada e retrata as ratazanas do dinheiro público”.

[continua depois do anúncio]

O mandado de busca e apreensão foi concedido por sentença judicial em ação ajuizada pelo Ministério Público. O promotor não adiantou quais irregularidades estão sendo investigadas e disse que os autos correm em segredo de justiça.

A administração municipal foi contatada pela reportagem e informou que deverá ser marcada uma entrevista coletiva em breve para esclarecer o assunto.

Propaganda oficial na mira do MP

Outro ponto que o representante do Ministério Público adiantou ao editor do Jornal O Papel na tarde desta quinta é uma investigação que deverá ocorrer sobre os gastos da Prefeitura com os veículos de comunicação locais.

“Ainda não está definido, mas é provável que uma das fases dessa operação “Mures Venare” tenha como objeto a investigação da relação promíscua da imprensa local, pública e notória, com a Administração Municipal. Pode ser que desse mato também saia coelhos”, finaliza o promotor.

Mais informações a qualquer momento.

 

O promotor Luis Augusto diz que irá investigar também a relação da Prefeitura com a imprensa local (foto: arquivo Jornal O Papel)

Post Anterior

Wizard sorteará bolsa de estudos hoje à noite

Próximo Post

PM pega menor que assaltou na Avenida do Contorno na noite de segunda

Junior Nogueira

Junior Nogueira