Coluna de Esportes

Skatista lagopratense se destaca com apenas 7 anos de idade

Lagoa da Prata sempre surpreende com seus atletas infantis ou mirins. Em todos os esportes, o lagopratense tem aquele garoto que merece destaque; e no skate a história também tem seu artista. Trata-se de Raul Bernardes do Couto, filho do casal de comerciantes; Juliana Bernardes Fernandes  e Levi Antônio do Couto. O garoto de apenas 7 anos de idade tem sido uma referencia na região em se tratando de skate. Parece prematuro elogiar um atleta de pouca idade, porém o talento de Raul é conhecido desde os 3 anos de vida. Os pais de Raul sempre patrocinavam eventos de skate, e em um destes eventos, o garoto (Raul)  recebeu de presente um skate e desde então começou sua trajetória. Lembrando, que quando Raul Bernardes foi presentado, tinha apenas 3 anos. “Ele (Raul) ficou empolgado com o skate e desde então se tornou adepto a este esporte e teve como grande incentivador o skatista profissional Cléo Couto”, disse orgulhosa a mãe de Raul Bernardes. Talvez os próprios pais não imaginassem que o filho iria se tornar um campeão com poucos anos de pratica no skate. “Neste ano o Raul foi o destaque na categoria infantil do JELP (Jogos Estudantis de Lagoa da Prata) e também conquistou o primeiro lugar no Best Trick LP”, conta Juliana Bernardes. Segundo ela, o skate precisa de maior incentivo por parte dos empresários, comerciantes e políticos. “Para que se tenha noção, a categoria infantil é praticamente esquecida, e o meu filho (Raul Bernardes) sempre disputa na categoria da categoria mirim”, desabafou Juliana. Lembrando que a categoria infantil é para atletas com idade até com máximo de 10 anos -a categoria mirim é de 11 anos até 13 anos- e isto demonstra que realmente o garoto de Lagoa da Prata tem desafiado atletas com idades muito superiores. Os maiores incentivadores de Raul são os skatistas; Nathan Soares e Iagor Lacerda. “O Nathan e o Iagor sempre estão ao lado de Raul e incentivam para que meu filho pratique o skate e se torne um grande campeão”, concluiu Juliana Bernardes. Portanto, o cidadão de Lagoa da Prata pode se orgulhar em ter este atleta de pouca idade se destacando no esporte, e é um sinal que realmente o esporte sempre será o melhor caminho para um mundo melhor.

Raul mostra habilidade com apenas 7 anos

 

O skate necessita de maior incentivo

Mesmo o skate sendo um esporte olímpico, é preciso apoiar os atletas desta modalidade esportiva, que tem conquistado um grande número de adeptos. No caso de Raul Bernardes, a Rede AÇAÍ. COM, que esta localizada na praça da matriz, esta patrocinando esta jovem promessa de Lagoa da Prata e espera-se que esta atitude seja seguida pelos os diversos segmentos de Lagoa da Prata.

 

Como surgiu o skate no Brasil

Na virada dos anos 60 o primeiro local que alguém começou a andar de skate foi a rua. Por isso “sidewalk surf” (surf de calçada), foi o nome dado inicialmente ao que conhecemos como skate. O esporte de origem americana chegou ao Brasil por volta de 1968 em pontos como, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. No começo da década de 70 foi difundido em todo território brasileiro

Post Anterior

Equipamento usa eletricidade para fazer capina

Próximo Post

Jeová, “Morro Abaixo”

Marlon Santos

Marlon Santos