Caderno 01Meio AmbienteNotíciasSaúde e beleza

Suspeita de febre amarela em LP descartada, segundo Secretário

Resultado dos exames deu negativo

Uma paciente que foi internada no CTI – Centro de Tratamento Intensivo do Hospital São Carlos no início de fevereiro, apresentava sintomas de febre amarela. Segundo informações do Secretário Municipal de Saúde, Geraldo de Almeida, foi coletado material e enviado para exames na Fundação Ezequiel Dias – Funed, em Belo Horizonte. O resultado saiu hoje.

“O caso suspeito e notificado de febre amarela deste município, que estava sob investigação, foi concluído e os exames realizados apresentaram resultado NEGATIVO, para febre amarela. Alertamos que devido ao surto da doença no Estado de Minas Gerais devemos nos manter atentos ao combate ao mosquito transmissor e a vacinação”, explica o secretário.

Trata-se de uma paciente adulta, do sexo feminino, moradora do bairro Nossa Senhora das Graças, que deu entrada na UPA na segunda, dia 06, e posteriormente foi transferida para o HSC e depois para o CTI. A suspeita foi devido aos sintomas clínicos que estão compatíveis com febre hemorrágica e entre elas a febre amarela.

Geraldo informou também que foram tomadas providências para realizar o bloqueio vacinal e de vetores na área hospitalar, na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) e na região onde mora a paciente. O bloqueio vacinal é a aplicação de vacina na população que mora entorno da residência da paciente. O bloqueio de vetor é a pesquisa e eliminação de focos de mosquitos na área.

 

Post Anterior

PM prende suspeito de furtar bicicleta

Próximo Post

Fim de semana: PM aborda suspeitos, prende homem armado e registra assalto em LP

Junior Nogueira

Junior Nogueira