Imagem: internet

O Ministério da Saúde anunciou em seus perfis de redes sociais nesta quarta, 25 de agosto, que a partir da segunda quinzena de setembro, a distribuição de vacinas contra a Covid-19 permitirá reduzir o intervalo entre as doses da Pfizer e da AstraZeneca.

A ação será destinada a todos os indivíduos imunossuprimidos após 28 dias da segunda dose e para pessoas acima de 70 anos vacinadas há 6 meses.

A imunização deverá ser feita, preferencialmente, com uma dose da Pfizer, ou de maneira alternativa, com a vacina de vetor viral da Janssen ou da AstraZeneca”, diz a nota.

A mensagem anuncia que também a partir de setembro, o intervalo entre as doses da Pfizer e da AstraZeneca passará de doze para oito semanas para toda a população.

“Essas decisões foram tomadas em conjunto com Conass, Conasems e a Câmara Técnica Assessora de Imunização Covid-19 (CETAI) do nosso ministério”, finaliza a nota.

Link da nota:

hLink da nota: https://www.facebook.com/175330465818911/posts/4907751089243468/

- Anúncio -