A Associação Comercial e Empresarial – ACE-CDL de Lagoa da Prata preparou uma lista de sugestões para reabertura gradual do comércio durante o isolamento social.

Como representante dos empresários, a entidade irá submeter à apreciação do comitê municipal de enfrentamento ao Coronavírus, medidas de retomada gradativa do comércio, na reunião que acontece ainda hoje (13/04) às 15:00 horas da sede da instituição.

De acordo com o gerente de comunicação da entidade, Rubens Macouff, o momento é muito difícil para todos, mas o empresariado precisa ser defendido para equilibrar as soluções. Como alternativa, propõe um plano de contingenciamento responsável bem detalhado.

“Esse plano de contingência envolve todas as regras que esses estabelecimentos que vão abrir, terão que seguir. Não significa reabrir do mesmo jeito que estava antes e a ACE-CDL vai dar todo suporte às empresas para atuarem com essas regras”, explica Macouff.

Entre os estabelecimentos que constam nas sugestões de abertura pela entidade, constam empresas do ramo de móveis e eletrodomésticos, vestuário, perfumaria, lojas de materiais de construção, prestação de serviços de limpeza, manutenção de veículos, estúdios fotográficos e lojas de presentes.

O atual decreto, que vigora até esta segunda, 13, permite o funcionamento de setores de primeira necessidade (alimentação e saúde, essencialmente), serviços financeiros e médicos.

- Anúncio -