source

No último sábado (08), o Brasil bateu a marca de 100 mil mortes por Covid-19 . Por isso, o ” Jornal Nacional ” começou de uma maneira diferente. Lendo um trecho da constituição, William Bonner e Renata Vasconcellos criticaram governantes que minimizam a pandemia , incluindo o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Todo cidadão brasileiro tem o direito a saúde e todos os governantes têm obrigação de proporcionar aos cidadãos esse direito. As ações dos governantes têm como objetivos diminuir os riscos da população ficar doente. Não somos nós que estamos dizendo isso, é a constituição brasileira que diz e todos os governantes juraram respeitar. Esta registrado no artigo 196”, iniciou William Bonner .

“A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”, acrescentou o âncora.

“São 85 dias desde o primeiro caso. Dois médicos deixaram o cargo [Ministro da Saúde] porque pretendiam seguir as orientações da ciência e o presidente Bolsonaro não concordou com essa postura deles”, declarou Renata. 

“Primeiro ele menosprezou o coronavírus e chamou de gripezinha. Depois um repórter pediu que ele falasse do alto de mortes e Bolsonaro disse que não era coveiro. Disse duas vezes: ‘Não sou coveiro’. Quando os óbitos chegaram a cinco mil, a resposta ddele foi para um repórter: ‘E daí?’. Agora o presidente repete que a pandemia é uma chuva e todos vão se molhar, que a morte é um destino de todos nós e que temos que enfrentar a doença, como se fosse uma questão de coragem, como se nada pudesse ter sido feito”, seguiu William.

“Quando a ciência defendia mundo a fora que o isolamento era a única medida capaz de conter o avanço dessa tragédia, os brasileiros viam o presidente criticar essa iniciativa diariamente, indo na contramão do bom senso daqueles governadores que defendiam. O resultado foi a confusão e a perplexidade de muitos cidadãos que ficaram sem saber em quem acreditar. Além de um isolamento capenga e sem atender o seu objetivo”, completou Renata. Assista ao vídeo.



Fonte: IG GENTE

- Anúncio -