A Polícia Civil de Minas Gerais, por intermédio da 8ª Delegacia de Polícia da cidade de Lagoa da Prata/MG vem a público REPUDIAR veemente um vídeo que tem sido compartilhado nas redes sociais (sobretudo, Facebook) sobre suposta interferência de suposto integrante da corporação em investigação para beneficiar o Prefeito Municipal Paulo César Teodoro.

Cumpre informar que de fato, a ocorrência policial citada no referido vídeo existe, não tendo sido o caso “abafado” conforme consta no vídeo. A ocorrência policial registrada pela Polícia Militar em 02/03/2019 foi recebida pela autoridade de polícia judiciária que imediatamente abriu Inquérito Policial para apuração dos fatos, ou seja, o procedimento foi instaurado na mesma data (Processo 0028665-76.2019).

Demais disso, o Ministério Público local tem amplo conhecimento dos fatos e, inclusive, foi instaurado no âmbito da 1ª Promotoria de Justiça Procedimento Investigatório Criminal autônomo para investigar os fatos, o qual, já foi finalizado e arquivado, por entender o Promotor de Justiça responsável que não restou comprovado o envolvimento do Prefeito supraticado no crime noticiado.

A Polícia Civil alerta à toda a população em geral que a produção e/ou divulgação de vídeos com conteúdo infamante desta natureza pode culminar na responsabilização civil e criminal dos criadores/divulgadores (inclusive daqueles que compartilham tais publicações em redes sociais).

Por fim a Polícia Civil esclarece que não se imiscui em eventuais disputas políticas e que continua desempenhando com rigor e responsabilidade seu único papel previsto na Constituição da República Federativa Brasileira e demais legislações que é o insigne exercício de Polícia Judiciária.

Lagoa da Prata/MG, 24 de Abril de 2020.

- Anúncio -