Nesta quinta, dia 08, por volta do meio-dia, a Guarnição de Polícia Ambiental de Lagoa da Prata, composta pelos militares Cabo Lucas e Cabo Gabriel, em patrulhamento pela Rua Mário Mendes, no bairro Marília, visualizou um indivíduo no interior de um lote vago, agachado atrás de uma vegetação. Os militares suspeitaram da atitude desta pessoa, sendo a mesma imediatamente abordada, tendo sido identificada com as iniciais E. I. A.

A equipe já estava ciente da ocorrência de furto em uma creche no município, devido a filmagens do fato divulgadas em um grupo de WhatsApp policial, sendo prontamente reconhecido E. como o autor do referido crime.

Diante da necessidade de diligências complementares, os policiais solicitaram apoio da Viatura Grupo Tático, que imediatamente compareceu ao local, e saíram em diligência afim de recuperar os materiais furtados no local. O autor confessou que realmente havia furtado a creche municipal Risoleta Neves, duas vezes: no dias 06/04/2021 foi furtado uma bomba de pressão e no dia 08/04/2021 foi furtada uma porta de alumínio. O autor relatou que havia vendido a bomba de pressão (lavadora), pelo valor de 50 reais e que a porta, como era de alumínio, vendeu como material de reciclagem.

De posse da informação do autor da receptação, os policiais se deslocaram até o endereço  indicado, abordaram o autor F.T.S, proprietário de uma Loja de Pets, que confirmou que havia realmente comprado o material (bomba de pressão), pelo valor de 50 reais. Diante do exposto, o autor E. foi preso em flagrante delito pelo crime de furto consumado e o autor F. foi preso pelo crime de receptação, sendo encaminhados à presença da Autoridade Policial para demais procedimentos.

Fonte: Polícia Militar Ambiental

- Anúncio -