A criação de uma rua de lazer, sugerida pela Secretaria de Cultura e Turismo, próxima à estação da rede ferroviária, foi aprovada por unanimidade na última reunião do Conselho da Cidade. 

A proposta é interditar um pequeno trecho da rua Rômulo Amorim, localizado entre a Praça Capitão Bahia e a pista de skate, para que seja desenvolvido ali o projeto.

João Victor, que já organizou eventos culturais no local acredita que a ideia da Rua de lazer é ótima, “mas primeiramente seria importante fazer uma reforma na praça Capitão Bahia, a começar pela reestruturação de seu piso, reavaliando a questão das raízes das árvores que são muito altas”, afirma. “Quanto à questão da interdição do trecho da rua, basta providenciar ali uma boa iluminação e bancos em modelos clássicos”, finaliza.

Segundo Tatau, Secretário de Cultura e Turismo, “o que se tem hoje é um projeto proposto pelo arquiteto Carlos Brasil Guadalupe para o local, que sugere inicialmente a reforma da praça, já anexando a ela o trecho da rua. Assim, praça Capitão Bahia, parte da rua Rômulo Amorim, quadras esportivas e estação da rede se tornariam um ambiente único”, explica o secretário.

“Aqui se encontra uma das mais agradáveis áreas de lazer da cidade, o projeto vai dar prioridade ao bem-estar dos pedestres, ele contempla quadras, parquinhos, quiosques, palco e toda estrutura para eventos abertos ao público, já que a cidade sempre foi pioneira no assunto. Será um ponto de encontro na sombra e com toda a estrutura para atletas, visitantes, agradando de crianças a idosos”, afirma Lucas Guadalupe, presidente da Fundação de Cultura e Turismo (Futura), responsável pelo imóvel da estação da rede.

Relação custo/benefício é alta, diz Tatau

Para o secretário, o trânsito de veículos naquele trecho não faz muita diferença, mas voltado à comunidade como área de entretenimento, seria muito significativo. 

“Tenho certeza que a Rua de Lazer a ser interditada será só o começo. Depois virá a reforma da praça, o melhor aproveitamento da estação da rede, bons eventos e por aí vai. Lembro que deveremos interditar o trecho da rua ainda este ano, já que ali é início da ciclovia, assim todos que utilizam as quadras e praticam esporte no local ficarão mais seguros. É bom lembrar que o trânsito com acesso à rua dos Ferroviários terá seu fluxo normal, passando pela rua do Bar do Levi. Quanto à proposta feita pelo arquiteto Carlos Brasil Guadalupe, creio que a mesma condiz bem com o meu desejo. Tudo que temos ali hoje, dentro de uma praça única e bem diversificada, irá valorizar ainda mais o entorno da praia e todo aquele ambiente que já é maravilhoso”, finaliza Tatau.

Apesar de autorizado o fechamento da via, ele não será feito de imediato, até a apresentação de uma proposta definitiva.

- Anúncio -